Entrevista: Andrea Marques

14 novembro 2016

Olá pessoal, tudo bem? hoje terei a honra de trazer a primeira entrevista do blog, e eu fico muito feliz em saber que ela é de uma autora nacional que passei a admirar tanto! Resenhei há pouco tempo aqui no blog o livro Amor de Cordel, e agora vamos ver o que a autora falou sobre ele?




1. Qual foi sua maior inspiração quando escreveu Amor de Cordel?
Eu me inspirei em várias coisas para escrever Amor de Cordel, na minha profissão como terapeuta, nas minhas amizades, reflexões sobre a vida, mas principalmente nas minhas paixões. A relação entre Carol e Alexandre é um reflexo desse fato, mas vale ressaltar que durante os anos que atendi nunca me apaixonei por um paciente, mas soube de terapeutas que viveram isso e inclusive chegaram a se casar com a pessoa. 

2. Os personagens são muito bem construídos e me encantei com eles, gostaria de saber se você se inspirou em alguém em especial na criação da Carol e do Alexandre?

Tenho que confessar que durante muito tempo a Carol foi meu alter ego, no entanto mil vezes melhor que eu em todos os aspectos, há muito de mim nela, já o Alexandre é a síntese dos meus sonhos de homem ideal, depositei nele todas as expectativas que sempre tive em relação ao sexo oposto.

3. O que você pode falar para os leitores que ainda não conhecem Amor de Cordel? O que esperam causar ao leitor? 

Amor de Cordel é uma história de superação e de coragem para viver o dia a dia sem se preocupar o tempo todo com o futuro. Porque no fundo é isso o que tanto atormenta a personagem principal,  a sua ansiedade com o que está por vir. A Carol é o tipo de pessoa que quer ter tudo sob controle, por isso ela vive um conflito ao conhecer o Alexandre, porque ela sabe o quanto essa relação pode lhe causar dor e o quanto ela luta para evitar o fato.

4. Quanto tempo demorou no processo de criação do livro? Foi um processo lento? ou já estava tudo em sua cabeça?

Se for considerar toda a obra que surgiu depois de Amor de Cordel, posso dizer que levei quatro anos para deixar o livro no formato que foi publicado. A princípio o original tinha 630 páginas, o enviei para várias editoras que obviamente recusaram um manuscrito tão extenso, então segui o conselho de um escritor e dividi o livro em dois, deixando Amor de Cordel numa forma em que pudesse ter continuidade se houver demanda pra isso.

5. Qual a mensagem principal que você quer passar do livro para os leitores?

Acho que Amor de Cordel fala sobre muitas coisas, sobre relações humanas, preconceito, superação, mas um ponto marcante para mim era a divulgação da terapia ocupacional para os leigos. Durante os anos em que atendi, criei pouco textos ou artigos científicos sobre a TO, mas como sempre carreguei comigo um viés artístico acabei optando por falar sobre a profissão usando a literatura como ferramenta.

 6. Quando decidiu que queria ser escritora? Teve algum apoio da sua família? Qual foram suas inspirações? 

Eu sempre gostei de escrever, me saía bem nas redações do colégio, cheguei até a pensar em cursar Letras e me especializar em literatura, mas acabei optando pela TO, no entanto em 2012, entrei em "crise" e a escrita foi a forma encontrada para extravasar meus anseios. Todo o processo de criação da obra foi muito subjetivo e solitário, mas desde o inicio minha mãe me incentivou a escrever, apesar dela só ler o livro quando ele já estava terminado. Quanto as minhas inspirações, tenho um gosto eclético, me encanto com a escrita de Gabriel Garcia Marques em Amor nos Tempos do Cólera, como também leio livros voltados para adolescentes como Crepúsculo ou livros de conteúdo adulto, por exemplo Cinquenta Tons de Cinza, apesar de considerar a escrita e a trama pouco trabalhada em aspectos que poderiam ser mais bem definidos.

7. Você tem planos para uma continuação de Amor de Cordel? Ou talvez novas histórias?

Como mencionei, Amor de Cordel tem continuação sim. Na realidade ele é o primeiro livro de uma série de quatro. Todos estão finalizados, inclusive o livro que conta a história entre Carol e Alexandre sob o ponto de vista dele, contudo, para deixar esse livro instigante para o leitor acrescentei fatos inéditos que não são do conhecimento da Carol, também optei por uma linguagem mais apropriada a um jovem de 27 anos e agreguei a obra trechos mais "quentes" nas descrições sobre sexo entre os personagens. Sei que me arrisquei por fazer isso, mas gostei do resultado. Por isso vou tentar lançá-lo no inicio do próximo ano, sob o título de Olhos de Jade.

8. Por fim, deixem uma mensagem para os leitores do O Teorema da Leitura! 

A mensagem que gostaria de passar aos leitores e pessoas em geral é para serem persistentes naquilo que desejam. Eu aprendi várias coisas durante todo o tempo em que me dediquei a escrita, criei muitas expectativas em relação a minha obra, algumas se concretizaram, outras não, mas o importante foi perceber que é preciso seguir em frente, se adaptando a realidade e buscando formas de superar os obstáculos, afinal a vida é isso, não é? Superação em tempo integral.
Obrigada ao blog pelo interesse na minha obra, espero ter esclarecido as dúvidas. Um grande beijo a Kétrin Nanda e aos leitores de o Teorema da Leitura. Até a próxima!

16 comentários

  1. Olá
    Euvacho que não conhecia a autora e sua obra, mas já adoro e ela pela fofa entrevista sedia ao seu blog rdrs. A gente ver os livros e pensa: deve ser muito fácil e rápido de fazer né? Aí a gente ver o quanto de trabalho e dedicação que uma pessoa tem que dá. Adorei as perguntas. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Que legal a entrevista... Eu também já li i livro dela e adorei, mas ainda não tinha tido a oportunidade de ler sobre # autora mrsmo. Por ser nacional acho que merece muita divulgação, sem contar que ela é muito talentosa. Só posso desejar muito sucesso.. Amei saber que Amor de cordel tem continuacao!
    Beijos, Ter
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Ketrin, achei a autora muito simpática e inteligente. Gostei de saber que o livro trata de muitos temas pertinentes para a nossa atualidade e acredito que seria uma leitura que agregaria bastante.
    Adorei a entrevista
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Kétrin,
    Já li muitas resenhas do livro Amor de Cordel e é uma obra bem ambígua, pois não sei se quero ou não ler, bem confuso hahah.
    Gostei muito da entrevista e achei as perguntas inteligentes e as respostas também. Acho que essas coisas inéditas que a autora incluiu no livro com o ponto de vista do mocinho é algo legal para sair da mesmice. Muito legal a escrita ter sido a "solução" para uma situação ruim na vida da autora.
    Sucesso, Andrea.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Kétrin!
    Amei a entrevista!
    Eu não conhecia a obra da Andreia Marques, mas pela entrevista parece que o livro é muito bom! Achei ela super simpática.
    Gosto muito de entrevistas, elas nos ajudam a conhecer melhor o autor e consequentemente a sua obra.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Kétrin, ainda não li Amor de Cordel, mas já vi outros blogs falando sobre ele. Entrevistar uma autora deve ser muito legal, não é mesmo? Gosto quando os blogs interagem com os autores além das tradicionais resenhas! Parabéns pela primeira entrevista! Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi Ketrin, adoro coluna trazendo entrevistas com os Autores pois a gente conhece melhor de quem está atrás dos livros. Já conhecia de nome o livro da autora mas até então não sabis nada sobre ela.
    Adorei a entrevista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    Adorei saber que a personagem dela é meio que um alter ego e que o mocinho é o tipo ideal de homem para ela. Muitos autores não costumam assumir isso. Curti muito saber que a inspiração dela surge do dia a dia, da profissão, de convivências, enfim! Adorei a entrevista e já quero conhecer Amor de Cordel!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Confesso que a princípio não tinha me interessado tanto pelo livro da autora, mas agora a conhecendo melhor e sabendo o que o livro significou e qual mensagem ela quis passar, fiquei bem curiosa para realizar essa leitura. Parabéns por mais essa coluna, ficou ótima!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Kétrin,

    Parabéns pela entrevista, muito legal! Já ouvi falar do livro, mas ainda não o li. Bem legal saber que a autora é terapeuta, fico imaginando suas inspirações para escrever a obra. Anotei a dica por aqui do livro e espero um dia poder conferir =)

    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Acho bom que a autora leia diversos gêneros, é importante para a formação. Eu não li ainda o livro dela, mas falam tão bem, que ele está na minha lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi Kétrin! ^^
    Não conhecia a autora e sua obra, mas depois de ler sua entrevista com ela me senti super próxima da autora e muito curiosa para ler Amor de Cordel. Irei procurar mais informações sobre o livro, pois realmente gostei do que consegui capitar da história na entrevista com a autora.
    Desejo muito sucesso para ela e espero ter a oportunidade de ler seu livro! <3

    ResponderExcluir
  13. Oi, Kétrin

    Parabéns pela primeira entrevista, ficou muito boa.
    Não conhecia a autora e o livro, e foi muito interessantes poder conhecer um pouco de ambos. Que bacana que a protagonista é meio que o alter ego da autora. E ainda bem que ela dividiu o livro, porque 630 páginas é tenso! Hahahaha

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi, gostei muito de conhecer mais sobre a autora e o livro. Li sua resenha e fiquei com certa curiosidade sobre o enredo que é bastante realista e sai do que estou acostumada a ler. A autora parece alguém muito inteligente e talentosa, gostaria de conhecer sua escrita.
    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Já tinha ouvido falar da obra e fiquei ainda mais curiosa para saber mais sobre ela após a entrevista da autora. É muito interessante que algumas de suas inspirações vieram de suas reflexões e adorei a mensagem que ela nos deixou e tenho que concordar que a vida é uma constante superação. A cada dia temos que nos provar melhores.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não estou sabendo lidar com fato de não ter conhecido esse livro. Eu adorei o tema do livro e também gostei da sua ousadia em fazer algumas perguntas. Adorei a autora e vou pesquisar sobre ela!


    Oxente, leitora!

    ResponderExcluir