Quando o Céu se Apaga, de Mirian Vidal

16 agosto 2016

Quando o Céu se Apaga

Autora: Mirian Vidal
Editora: Pandorga
Número de Páginas: 253
Gênero: Drama, Ficção


Sinopse: Ela viu seu mundo congelar! Enquanto suas amigas ganhavam formas de mulher e descobriam seus corpos cada dia mais atraentes, ela via, diante de um espelho, um corpo deformado e suas atividades diárias cada vez mais limitadas. Embora não pudesse recomeçar ou mudar o que estava prestes a acontecer, ao menos poderia fingir que nada era tão pesado quanto parecia.


 Quando o Céu se Apaga conta a história de uma garota que desde cedo descobriu ter uma doença que deixa seu corpo deformado e suas atividades limitadas. Ela tem uma mãe muito amorosa e sempre disposta a ajudá-la, um irmão companheiro que não deixa ela se sentir inferior aos outros, e um pai que não consegue lidar muito bem com a situação.

Ela conviveu boa parte da sua infância vendo suas amigas brincarem enquanto ela estava na cama de um hospital, e isso se seguiu na sua adolescência quando as meninas estavam começando a ganhar corpo e se interessar por meninos, enquanto ela estava percebendo a diferença dela com as outras. Desde cedo os médicos avisaram que a doença não teria cura, era questão de tempo para tudo estar acabado. Isso mexeu com o psicológico da nossa protagonista, deixando-a depremida e sem vontade de viver seus dias limitados. Mas com uma família amorosa e alguns amigos de verdade, ela percebe que vale a pena tentar viver da melhor forma até o fim.

O livro traz uma história de vida triste, a protagonista passa por muita coisa que a faz se questionar o porque daquilo estar acontecendo com ela. Apesar de existir muitos obstáculos em sua vida, ela percebe que ainda tem tempo de viver, que ela não pode deixar para traz uma família e alguns amigos tristes. Ela sempre teve o sonho de ir para a faculdade junto de suas amigas, e ela vai fazer todo o possível para realizá-lo.

Uma coisa que achei muito bacana no enredo, é que o nome da protagonista é revelado apenas nas últimas páginas do livro. Por incrível que pareça, eu não senti falta em saber o nome dela, apenas precisava saber como seria o desenrolar da trama. Isso mostra que não importa o nome da pessoa, o que importa é o efeito que ela causa em cada leitor e a linda mensagem que traz com ela.

"Eu não poderia apagar as cicatrizes que a vida havia me dado ao longo daqueles anos. Eu não poderia esquecer as dores que havia vivido e muito menos esquecer o que eu era e no que havia me transformado. Mas aquelas pessoas haviam me ensinado a não sofrer com o meu futuro, a esquecê-lo de alguma forma."

Os personagens são muito bem construídos, começando pela protagonista que é extremamente forte e decidida. Em muitos momentos ela se sentiu fraca e sem vontade de viver, mas não demorava muito para acender aquela chama da vida que fazia com que ela percebesse que não valia a pena ficar deitada chorando enquando a vida passava lá fora. Ela recebeu muita ajuda da sua família e dos seus amigos, no começo foi muito difícil aceitar que seus movimentos eram limitados e qualquer passo em falso, poderia gerar mais problemas, mas com o tempo ela foi se acostumando e se adaptando a nova vida.

Quando o Céu se Apaga é um livro extremamente sensível, o leitor se emociona do começo ao fim com a história linda de vida que ele traz. A autora está de parabéns por essa criação, por trazer aos leitores a oportunidade de viver junto com a protagonista essa fase da vida e perceber todos os lados dela. A editora Pandorga caprichou muito na edição da obra, com uma diagramação simples e ótima de acompanhar e uma capa linda que relata muito bem o enredo. Acredito que esse livro irá emocionar todos os tipos de leitores, inclusive aqueles mais resistentes a uma história sensível. Pois aqui não iremos encontrar apenas uma garota que vive com algumas dificuldades, mas sim uma garota que atravessa todas as barreiras que a vida lhe impõe para mostrar para todos que ainda é possível viver.


25 comentários

  1. Oi Kétrin
    deve ser uma história bem triste, mas ao mesmo tempo repleta de mensagens né? Achei legal o fato de o nome dela ser revelado nas últimas páginas, demonstra que isso não é algo tão relevante. Deve ser uma leitura delicada e sua resenhae deixou bem curiosa para fazer essa leitura. Achei a capa bem linda!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu estou precisando muito de ler algo assim, sensível como esse livro deve ser. Essa é a primeira resenha que acompanho sobre a obra, como não tinha lido a sinopse, eu fiquei bem surpreso com o que o livro me aguarda rsrs. Gosto de livros nessa pegada, mas já faz tempo desde minha última leitura do tipo. Pretendo ler essa obra o quantô antes eu puder rsrs. E espero que me agrade tanto quanto agradou você
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. A capa deste livro está linda!!!!
    Gosto muito quando a protagonista nos conquista pela força e determinação e acho que isso me prenderá na leitura deste livro. Quero me emocionar com o livro, e acho que isso acontecerá.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Kétrin,
    Que história mais sensível.
    Gostei muito de conhecer o livro e fiquei encantada com a força que a protagonista parece ter. Outra coisa que me agradou foi que o nome da protagonista, apesar de só revelado no final, não faz falta durante a trama.
    Obviamente anotei a dica de leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Acho a leitura desse tipo de livro extremamente necessária! Fiquei feliz e triste quando li O Extraordinário, e tenho certeza que sentirei algo parecido lendo esse livro.
    Amo livros que abordam temas que, mesmo que indiretamente, falam sobre o preconceito que essas pessoas passam ao longo de sua vida.
    Gostei do fato da protagonista ser alguém extremamente forte e decidida, o que me faz ter ainda mais vontade de ler! Acho lindo livros que ensinam que a vida continua sabe? Que ainda vale a pena viver!
    Já está na minha listinha <3

    Beijinhos...
    Desencaixados

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Não conhecia a obra e embora não seja adepta do gênero, fiquei interessada pela premissa que sabe chamar a atenção. O livro também parece carregar uma boa dose de reflexão e sentimentos e gostei do fato dos personagens serem bem construídos. A mensagem final do livro é sem dúvidas inspiradoras e por isso futuramente pretendo dar uma chance.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Ketrin lindona amei a premissa do livro, acredito ser uma história tocante que nos leva a muitas reflexões, para nossa protagonista e mesmo sua família não deve ter sido fácil, mas com amor e carinho podem melhorar. Achei a capa linda e pretendo ler . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu não costumo ler livros com essa temática, mas já adorei a premissa dessa obra!
    Essa é a primeira resenha que leio sobre ele e fico feliz que seja tão positiva. Gostei de saber que os personagens são muito bem construídos e que a obra possui uma protagonista extremamente forte e decidida. Isso mostra o quanto ela quer e merece viver! Gostei também do fato do nome da personagem só ser revelado lá para o final.
    Realmente deve ser um livro muito sensível e emocionante, além de passar grandes lições.
    Adorei a resenha e pretendo lê-lo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Poxa, eu gosto de histórias assim, até porque eu tenho um certo problema que também não tem uma cura, mas não me deixa não viver, mas a gente sempre aprende com este tipo de coisa e a autora precisa mesmo colocar muito sentimento nisto. e é a primeira vez que vejo sobre este livro, gosto da forma como você descreve o que se passa nas histórias.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Parece ser uma história bem bonita e um livro muito emocionante. Gostei do fato de só sabermos o nome dela no final, isso demonstra que não precisamos saber isso para nos sentir próximos as pessoas e ter empatia por elas.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá amore,
    Que capa LINDÍSSIMA!!!
    A história dessa garota me lembrou a de Auggie... Desde o início da resenha fiquei me perguntando o nome dela rs.
    Dica anotada, adoro livros sensíveis e que nos faz refletir.
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Adorei a resenha do livro, fico feliz em saber que gostou :D

    Um super beijo.
    Mirian Vidal

    ResponderExcluir
  13. Olá.

    Eu não conhecia o livro, mas gostei bastante da premissa da obra. Eu gosto de livros sentimentais, mas no meu momento atual eu não leria essa obra. Fico feliz que vc tenha gostado e se emocionado com a leitura. Não é pra tanto, né? A protagonista sofreu bastante por tudo que ela passou. Mas ela também conseguiu se adaptar a vida e isso é muito encorajador. Amei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    O seu blog foi um dos meus indicados para o Prêmio Dardo Bloggers. Dá uma olhada e aproveita pra indicar os seus quinze blogs.

    Viagem Literária - Prêmio Dardo Bloggers

    ResponderExcluir
  15. Oi Ket,
    Eu não conhecia o livro, mas a capa me ganhava fácil. E agora depois de ler a sua resenha, então fiquei mais encantada ainda pelo que vi, sem dúvidas esse é um título que vai pra minha lista de futuras leituras, e espero ter a oportunidade de fazê-la em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. poxa, deve ser uma leitura muito triste... fiquei penalizada pela vida da garota ser desta forma tão limitada e saber que ela tinha pouco tempo de vida... =T que bad... até gosto de leituras assim, mas tô passando um momento delicado e prefiro evitar por enquanto...
    achei legal o lance de não sabermos o nome dela, e ainda assim ter a conexão, mesmo que ao fim do livro a gente descubra esse detalhe...
    bjs...

    ResponderExcluir
  17. Hey!
    Faz tanto tempo que não leio algo sensível assim que fiquei morrendo de vontade. A capa é muito linda e o título parece que combina bastante. Gosto muito de histórias que me fazem refletir e me sentir bem perto da personagem, sabe? Aliás, acho que é uma coisa super importante em qualquer livro. Nunca tinha ouvido falar desse livro antes, mas agora que sei, espero ter a oportunidade de lê-lo logo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas de cara fiquei animada porque eu gosto muito desse tipo de leitura, pois me faz refletir bastante e me emociona também. Bom, achei interessante essa coisa do nome da protagonista ser revelado só no final, é meio diferente isso kkkk E fiquei animada ao ver que os personagens são todos bem construídos, imagino que devam ser cativantes também. Enfim, é uma dica maravilhosa de leitura, acredito que seria conquistada facilmente, logo vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Já conheço o livro, apesar de não ter lido ainda. Saber que os personagens são bem construídos dá ainda mais ânimo para uma leitura, ainda mais quando a personagem principal não é cheia de frescuras como vemos aos montes.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Adoro histórias sensíveis, e a sua resenha me pegou de jeito nesse livro.
    Achei bacana o fato de não sabermos o nome da protagonista, pois como você disse a questão é saber da vida dela, de tudo que ela passou e tirar uma lição daquilo, nos permitindo aproveitar a nossa vida sem reclamar.

    ResponderExcluir
  21. Oie!
    EU ainda não li o livro, mas só por ser uma história emocionante, já fiquei bem curiosa. Outro ponto que me chamou a atenção, foi a capa escolhida pela ediora que está linda. Um livro que entrou para a lista.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem? :)
    Achei a capa maravilhosa, mas não me sinto no momento certo para ler essa história. Apesar de com certeza trazer vários ensinamentos, é também um assunto mais pesado e triste que não me faria bem nesta altura. Mas fiquei interessada.
    Beijinhos
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Manteiga derretida que sou com certeza choraria muito com esse livro!
    Ultimamente tenho gostado mais de histórias que envolvam doenças e tal e fiquei bem interessada com esse livro, a força de vontade que surgiu na personagem depois de ter ficado depressiva. Adoro livros que trazem lições.
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Oii, tudo bom??
    Eu não conhecia o livro e nem o autor e que capa maravilhosa é essa e esse nome é bem tocante. To assessorando um livro sobre Depressão e to viciada nesse tipo de história, esse livro parece ser daqueles que fazem você chorar do começo ao fim e te prendem em cada palavra, eu com certeza vou procurar saber mais sobre o livro. Amo esse que de superação nesse tipo de história.
    Obrigada, beijos

    ResponderExcluir
  25. Oi Kétrin! Tudo bem?
    Não conhecia a autora e nem o livro e confesso que fiquei emocionada com a história! Sua resenha ficou linda e me deixou com uma vontade imensa de ler! Vou ler com certeza. Apesar de livros com temáticas envolvendo doenças serem tristes, gosto de ver como os personagens se apresentam no enredo! Parabéns pela resenha!
    Bj

    ResponderExcluir