De Volta a Blackbrick, de Sarah M. Fitzgeralg

27 julho 2016

De Volta a Blackbrick

Autora: Sarah M. Fitzgeralg
Editora: Galera Record (Grupo Editorial Record)
Número de Páginas: 238
Gênero: Infantojuvenil, Aventura

Sinopse: Neste livro sensível e delicado, a autora utiliza o universo fantástico para falar sobre memória. O protagonista é Cosmo, um menino que vive com o avô e muitas vezes tem pouca paciência com ele. Na verdade, o avô sofre de Mal de Alzheimer e está perdendo a memória. Um dia, ele dá uma chave a Cosmo e pede que ele vá até a mansão de Blackbrick. O menino descobre que o local é, na verdade, um portal para o passado, e lá encontra o avô aos 16 anos. Com a nova convivência, ele vai conhecer de verdade sua história.




Cosmo é um adolescente que vive com os avós, pois após o irmão morrer em um terrível acidente sua mãe teve que se mudar para Sydney por questões de trabalhos. Desde então Cosmo é muito apegado ao avô, que sempre foi um grande companheiro e o homem mais inteligente que ele conheceu, até que o Alzheimer lhe alcançou.

Em um momento, o avô lhe entrega uma chave que da para os Portões Sul de Blackbrick e afirma que irão se encontrar por lá. Cosmo não tinha noção da aventura que lhe esperava por trás daqueles portões. Até que entrando no lugar, Cosmo se depara com seu avô quando tinha sua idade. Longe de casa e dentro de um lugar totalmente desconhecido e em outra época, Cosmo se vê perdido no começo, mas conforme o tempo vai passando ele percebe a grande missão que terá pela frente: fazer tudo que estiver ao seu alcance para seu avô ter uma memória saudável e não precisar lidar com todos os problemas que aparecerão no futuro.

De Volta a Blackbrick é um livro sensível que fala sobre perdas e dramas familiares, além de trazer uma viagem no tempo eletrizante. Apesar de ser um livro juvenil, a autora trás assuntos sérios e importantes para a vida, como a Doença de Alzheimer, a perda de entes queridos e até mesmo a luta diante da negação dos fatos. Tudo isso dentro de uma escrita singela e simples, capaz de cativar o leitor desde os primeiros momentos.


Cosmo é um garoto que lidava bem com o fato do avô ter Alzheimer, ele sempre o ajudava colando post-it pela casa para auxiliá-lo, além de fazer pesquisas e acreditar que a doença tem cura, por isso ele fez o impossível para ajudá-lo. Após alguns momentos, Cosmo fica revoltado e é totalmente compreensível, ele tem medo de perder o avô. Por isso, ele vê uma grande oportunidade quando entra pelos portões de Blackbrick. É lindo ver o amor e o companheirismo compartilhado por Cosmo e o avô, é essa relação que faz a história seguir em frente.

"Todos dizem que não se pode viver no passado, mas aprendi a me virar bastante bem nele. É engraçado como o tempo funciona. Algumas vezes, parece que se estende pela eternidade, e, outras, que se dobra e fecha, e você sequer sabe dizer como pulou de uma estação para outra."

Acredito que a autora poderia ter se aprofundado mais na questão do passado em Blackbrick, senti falta de conhecer mais detalhes da vida avô de Cosmo e das pessoas ao redor. Mas claro que isso não trás grandes danos para a história. Achei ao todo uma trama extremamente criativa e cativante, foi interessante conhecer mais de perto essa doença terrível que acaba com a memória das pessoas aos poucos. No quesito do Alzheimer, a autora aprofundou-se da maneira exata.

Esse é um livro recomendado mais para o público juvenil, acredito que irão se deliciar com essa história que trás grandes reviravoltas. De Volta a Blackbrick é um tanto triste, o final me deixou sem chão, mas gostei muito de acompanhar o amadurecimento de Cosmo e sua viagem no tempo. O livro trás uma mensagem muito bonita e reconfortante. A autora está de parabéns pelo desempenho com esse livro lindo que fala sobre amor, família, perdas e recomeços.


20 comentários

  1. Olá Kétrin
    essa é a segunda resenha que leio desse livro e agora tenho a absoluta certeza de que quero conhecer a história. As vezes gosto de conferir tramas voltadas para o público infantil e esse tem tudo para me agradar muito. Deve ser um livro lindo mesmo, ainda mais por conta das mensagens exploradas nesse contexto <3 Sua resenha está maravilhosa!

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Kétrin,
    Já li algumas resenhas dessa obra e fiquei bem interessada, a sua só aumentou o interesse.
    Acho que o carinho que Cosmo tem pelo avô é palpável e isso me tocou de uma forma bem marcante. Consigo entender a sua necessidade de maior desenvolvimento nesses pontos e, se a história for como imagino, também sentirei falta disso, mas, apesar das ressalvas, acho que o livro é muito bom e merece ser lido, por isso, não vou desistir rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Ah, que história mais bonitinha. Eu ainda não conhecia o livro e pela sua resenha eu percebi que a leitura pode ser muito agradável. Fiquei curiosa para saber mais sobre os acontecimentos e acho que eu teria uma leitura muito satisfatória. Acho que a relação dele com o avô deva ser um dos momentos mais lindos da história.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei encantada com o Cosmo e acho que a leitura seria uma ótima indicação para ler com meu filho.
    Acho que talvez eu sinta falta destes detalhes do passado que você também sentiu, mas quero muito ler este livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kétrin!
    Pelas resenhas que li, além da sua também, percebi que Cosmo é um menino muito dedicado ao avô e o livro traz uma mensagem muito boa. Aliás, livros com vovô e vovó sempre me emocionam muito. E de fato, pelo que tenho lido, a história é bastante cativante.
    Linda resenha!
    Beijos - Historiar

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Ainda não tinha visto resenhas sobre essa obra, mas já a conhecia pelo Skoob. Acho infanto-Juveniz o meu ponto forte, pois amo de mais livros assim e nunca me decepcionei com eles Rsrs. Fiquei bem curioso para conhecer mais sobre a vida de nosso protagonista. A Galera arrasa nas capas não é mesmo? Adorei esse trabalho. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Não conhecia esse livro ainda mas logo de cara me encantei pela capa que tem uma certa delicadeza. A trama me pareceu ser bem sensível e emocionante, apesar do público a que se destina. Fiquei curiosa, principalmente pela relação existente entre Cosmo e seu avô e pelo desfecho que te deixou sem chão.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. OI!!!

    Sinceramente gostei bastante da trama. O fato da autora explorar o Alzheimer é interessante por demais e juntar isso com a inocência e amor juvenil proporciona uma curiosidade maior. Fiquei curiosa em conhecer essa mansão que abre as portas para um passado tão complexo que altera o futuro. Obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu nao conhecia mas gostei do que li na tua resenha e estou curioso! :) ahah Gostei da premissa e quero ler!!

    Bem, eu adoro juvenis e com muitas reviravoltas de preferencia! :) Ainda bem que gostaste! A proposito, o que tera acontecido nesse final??!? :) ahahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Hey!
    Que história interessante! Gostei demais da ideia e eu sou uma grande fã de histórias com viagens no tempo, uma pena que não acho muitas. Minha teoria é: que o avô dele dá a chave para que ele possa voltar ao passado, para conviver com ele, e se lembrar dele mesmo enquanto tem a doença. Espero que eu não esteja errada. Atualmente estou procurando alguns livros para adquirir, e fiquei bastante tentada com esse.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Heey Kétrin, tudo bem? Gostei muito da tua resenha! É a primeira resenha que leio sobre esse livro e estou encantada, pois gosto muito dos temas que você citou, em especial memória, perdas e recomeços. De Volta a Blackbrick me parece um livro lindo, reflexivo e comovente. Já coloquei nos desejados e espero ler em breve. Parabéns pela resenha!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Estou super curiosa para ler esse livro. Adoro livros de aventura e conhecimento, principalmente por ser um livro sobre avôs e netos. Adorei e espero ler em breve. Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá♥
    Primeira vez que vejo falar da obra, pela capa não poderia imaginar que o livro se tratava digamos de algo tão pessoal para o Cosmo, a história parece trazer consigo uma caraga emocional muito grande (algo que me agrada muito). A premissa me deixou estasiada querendo conhecer mais sobre o Cosmo sobre sua família e como foi sua aventura ao encontra seu avô mais novo. MUITO OBRIGADA POR ESSA DICA MARAVILHOSA DE LEITURA ♥

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Estou louca para conhecer essa história, mas não sabia que abordava temas tão fortes e ser mais do que uma viagem no tempo, mas também uma história embargada de sentimentos. A capa é realmente linda e essa premissa me conquistou totalmente. Espero em breve poder embarcar nessa história.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Achei esse livro uma fofura. Conheci esses dias, mas já me encantei pela capa e pela história. Adoro livros que tratam dramas familiares, de uma forma leve e marcante, e esse me pareceu repleto de qualidades.
    Com certeza quero conferir de pertinho essa história.
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Conheci esse livro a pouco tempo e já me interessei, pois trata de Alzheimer e dramas familiares de uma maneira sensível e que convence o leitor, mesmo que falte o aprofundamento no passado do personagem, o que na minha opinião deixaria a obra mais rica

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Eu gosto de livro de trama juvenil, ainda mais quando é bem escrito. Eu não tive a oportunidade de ler o livro, mas por ter um assunto tão atual como o mal de Alzheimer, com certeza trará alguns momentos para reflexão. Uma trama emocionante, com certeza.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Eu conhecia esse livro ainda. Apesar de ser uma obra juvenil, acho que eu adoraria ler este livro, pois trata de assuntos sérios e que estão constantemente em nossas vidas, seja com parentes ou amigos.
    Achei fantástica a ideia de viagem no tempo para ajudar o tão querido avô e gostaria de ver o desenrolar desta estória.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro recentemente e me apaixonei, porque é uma história muito linda e emocionante. O Cosmo é exatamente cativante e esse amor dele pelo avô é lindo de acompanhar mesmo. Realmente o passado de Blackbrick não tem muito aprofundamento, mas esse livro ainda conseguiu entrar na minha lista de favoritos.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Eu adoro os livros juvenis da Galera Record. Acho que esse, além de ter uma ótima premissa, e se tratar de uma aventura, que eu adoro, tem o grande mérito de trazer à tona a discussão sobre o Alzheimer, que é uma triste realidade sobre a qual a maioria das pessoas das pessoas refletem muito pouco. Pena a autora não ter aprofundado tanto sobre a vida de Blackbrick, mas ainda assim, achei o livro muito interessante.

    Tatiana

    ResponderExcluir