Resenha: Dor de Amor Tem Jeito, de André Massolini

07 junho 2015


Dor de Amor Tem Jeito  |  André Massolini  |  155 Páginas  |  Editora Gente

* Livro cedido em parceria com a editora para resenha.

André Massolini nos mostra em Dor de Amor tem Jeito, que a vida continua após o término de um relacionamento, por mais difícil que pareça estar, coisas boas sempre virão pela frente. Aqui o autor conta que é normal sofrer e chorar por amor no começo, mas não é normal passar o resto da vida sofrendo e se corroendo por dentro por causa de um término. Com dicas incríveis e muito úteis, o leitor vai mergulhar nesse autoajuda.

Infelizmente, hoje em dia pelo menos noventa e oito por cento da população já sofreu ou irá sofrer um dia por causa do amor. As decepções acontecem o tempo todo e não são todas as pessoas que conseguem lidar com essa dor. Eu não sou uma expert em dores amorosas, mas já passei por umas tantas e boas em relação a isso, e posso afirmar que como toda fase, isso já passou; e lendo esse livro, me identifiquei com muita coisa, foi como se o autor estivesse conversando comigo pessoalmente, igual amigos. 


André expressa muito bem a forma como as pessoas necessitam ter um relacionamento por pura pressão da sociedade, até o ponto em que paramos para pensar na diferença entre necessidade e opção, como muitas vezes acabamos confundindo esses termos e a necessidade toma o lugar da opção, pois pensamos que ter um relacionamento é muito importante, quando na verdade isso deveria ser uma questão de opção, isso tudo apenas depois de cada um estar de bem consigo mesmo e resolver aceitar ter alguém para dividir suas vidas. Mas nem sempre é assim que as coisas acontecem.

A diagramação do livro está muito bem elaborada, deixando o leitor com mais vontade de ler a obra. Para quem não sabe, o André tem um canal no YouTube, o Ponto de Vista, e lá ele recebe e-mail dos seus seguidores contando sobre suas decepções amorosas. Uma coisa que achei muito bacana no livro, é que entre os capítulos foi colocado tópicos com o nome "Enquanto isso, na vida real...", onde ele compartilha com os leitores algumas decepções amorosas que realmente aconteceram, isso faz com que nós leitores nos sentimos mais próximos em relação a realidade.

O livro está mais do que recomendado a todos os leitores, não apenas para aqueles que sofrem com uma decepção amorosa, mas sim com os que já passaram por isso e para quem nunca passou para ter uma ideia de como são as coisas, pois no livro está a mais pura realidade e escrita com uma linguagem jovial que irá fazer o leitor pegar o livro e não largar até terminar, que foi o que aconteceu comigo.


14 comentários

  1. Confesso que fiquei mega interessada no livro, o tema parece bem interessante e algo que muitos pensam sobre e etc *-*
    http://screepeer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Kétrin
    Esse não é um livro que procuraria para ler, mas vejo muitas resenhas positivas dele. Como você falou, todos já sofreram alguma decepcção na vida, então acho que valia a pena ler também para entender algumas coisas que graças a Deus já passou rsrs e também claro por causa dos elogios. Ótima resenha!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kétrin

    Adorei a ideia do livro! E engraçado que em pleno século XXI as pessoas ainda têm essa ideia fixa de que elas só podem ser felizes se estiverem com alguém, não é? Acho que um relacionamento tem que acrescentar algo e não satisfazer algo!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  4. gostei muito de seu blog e do seu post,vou vir aqui mais vezes
    esse livro é bem interessante

    ResponderExcluir
  5. Amiga eu comprei esse livro, mas eu ainda estava com um pouco de receio de fazer a leitura, mas sinceramente gostei bastante de tudo que você abordou sobre o livro. Me parece ser um livro bem gostoso de ser lido e estou precisando de algumas lições viu? Porque o meu relacionamento pelo amor de deus hahahahahaa

    Mas enfim...Espero que esteja bem amiga
    Se cuida

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/the-book-jar-parte-6.html

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kétrin!
    A proposta do livro é bastante interessante. Já fiquei tentada a lê-lo várias vezes.
    Acho que dessa vez vou dar uma chance.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    #MêsDosNamorados do Costruindo Estante. Concorra a 1 vale presente de R$ 50,00 da Saraiva.
    Participe!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não gosto de livros assim D= E espero nunca precisar dele um dia, mas gostei muito da sua resenha!

    http://www.refugiorustico.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adorei a capa, sinceramente não tenho muita paciência em ler livros do gênero haha, mas para quem curte deve ser ótimo;

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem?

    Eu não sou muito fã de livros de auto-ajuda, mas, não é que achei esse bem interessante?

    Vou dar uma olhada no canal do autor! E achei incrível haver no livro esse espaço "Enquanto isso na vida real..." é um livro bem interessante e eu com certeza, leria.

    Beijos e até!
    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ketrin!
    É mesmo, quem nunca sofreu com decepção amorosa!? Acho que a gente já nasce se decepcionando amorosamente com as pessoas, não só com namorados, mas em geral. gostei bastante da resenha e vou dar uma olhada no livro quando der!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  11. Oi Kétrin li o livro e fiquei bem grata pela leitura, mesmo que hoje seja casada e feliz, o livro nos da ótimos ensinamentos ^^ Eu adorei a leitura! Recomendo para todos!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Confesso que no primeiro momento o livro não me foi tão atraente, mas depois da sua resenha eu daria uma chance à ele. Gostei bastante da sua resenha, irei recomendar o livro :}

    Beijos,
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Kétrin!
    Apesar de não gostar de autoajuda fiquei com vontade de ler este livro. Ele não serve para mim, mas pareceu ser uma leitura bem proveitosa.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/06/evento-segundo-encontro-de-booktubers.html

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Sempre tento ler livro de autoajuda, não poque sofre de com determinada situação, mas já para aprende quando acontece comigo, falar com os amigos a respeito, muitos não curtem ler autoajuda e acabo incentivando com o que encontro.
    Gosto quando a escrita do autor e tão boa que a todo momento parece que estamos conversando com um amigo.
    Gostei da dica, já deixei anotado aqui na minha listinha.
    Beijos
    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir