Resenha: A Evolução de Calpúrnia Tate, de Jacqueline Kelly

09 março 2015


A Evolução de Calpúrnia Tate  Jacqueline Kelly  |  382 Páginas  |  Editora Única


*Livro cedido em parceria com a editora para resenha.


Em 1889 no Texas, vive Calpúrnia Virgínia Tate, mais conhecida como Callie Vee. Ela tem onze anos e vive com sua família na fazenda, com três irmãos mais velhos e três irmãos mais novos, seus pais e claro, seu avô.

Callie adora passar seu tempo nadando no lago, correndo e fazendo suas descobertas. Ela é uma garota muito curiosa e sempre se sentiu muito fascinada quando o assunto é natureza e animais; tudo começou quando ela viu no quintal de sua casa gafanhotos amarelos grandes, muito diferentes dos verdes pequenos. Ela ganhou de seu irmão uma caderneta, onde anota tudo relacionado as espécimes, aumentando sua curiosidade sobre os animais e como funciona seus ciclos de vida.

Com seu interesse pela natureza, Callie acaba se aproximando de seu avô, um naturalista. Ele sempre foi distante de todos os netos, mas vendo o grande interesse de sua neta pela Ciência, ele sabe que ela tem um grande potencial e a torna sua mais nova companheira pelas descobertas científicas.


Margareth, mãe de Callie, não está nada feliz com o seu interesse pela ciência. Ela passou a vida inteira preparando sua única filha para ser uma dama, uma futura esposa. Ensinando a cozinhar, preparar bordados e a costurar. Desde muito nova ela colocou Callie em aulas de piano, e a ensinou a ter postura. Nunca tolerou que ela andasse com o vestido sujo ou descabelada. Coisas que irritavam muito a menina.

Em um dos experimentos de Callie junto com seu avô, eles descobrem um novo tipo de "ervilhaca". Ansiosos pela descoberta, eles mandam notícias para o Comitê de Plantas do Instituto Smithsoniam. Agora só precisam aguardar uma resposta.


Devo confessar que além dessa história maravilhosa, o que chamou muito minha atenção foi a capa, ela tem tudo a ver com o livro, eu sou apaixonada por amarelo, o que me fascinou ainda mais. Gostei muito que o livro se passa em outra época, onde no decorrer da história podemos ver que estão descobrindo o automóvel e a Coca-Cola!

É muito lindo a relação de Callie com seu avô, eles criam essa cumplicidade e companheirismo, que além do parentesco, eles tem esse novo laço é que o amor pela ciência. Callie vive em uma época em que a mulher era preparada para ser apenas uma esposa, sabendo fazer os serviços domésticos e gerar uma família, mas ela sabe que não é isso que ela quer para sua vida. Ela quer mais do que isso, ela quer fazer pesquisas, ser uma cientista. Mas tudo isso gera muito preconceito, o que a deixa com muitas dúvidas.

Gostei muito da leitura, recomendo para quem gosta de ciência e quer fazer descobertas, é uma leitura leve e gostosa. Quem ler, vai mergulhar dentro desse mundo e viver aventuras junto com Calpúrnia Virgínia Tate.

19 comentários

  1. Que história linda o livro deve ter. Assim como você me apaixonei pela capa também! ♥
    Estou ansiosa para conferir a trama, acho que vai ser meu próximo pedido. *O*

    ResponderExcluir
  2. Olá não me lembro de ter lido algum livro entre avô e neta.
    Não conhecia o livro e não me interessei.
    Gosto mesmo de romances não sou muito ligada a aventuras :/

    ResponderExcluir
  3. Olá Kétrin!

    A capa deste livro é muito linda, acho que eu poderia comprar apenas por causa dela. Adorei a sua resenha, conseguiu me deixar ainda mais interessada na história. Vou dar uma olhada melhor neste livro =D

    refugiorustico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Kétrin!
    Eu vi esse livro na bienal e quase o comprei, mas na época a sinopse não me atraiu muito e eu acabei deixando de lado.
    Mas agora com sua resenha já posso dizer que necessito deste livro. Eu adoro livros com uma história mais leve como essa, e com certeza este é o tipo de livro que entraria para os queridinhos da vida, haha!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro, porém gostei muito da sua resenha.
    Eu não gosto muito de ciência, mas achei a história muito bonita assim como a capa e fiquei muito interessada na leitura.
    Histórias leves sempre são uma boa pedida.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Simplesmente PRECISO ler esse livro, a capa é linda e a premissa é super bacana, adorei! Vou ver se solicito da próxima vez pra Única.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Ketrin!!
    Que nome dificil, tive que ler umas três vezes pra ler direito hahaha
    Também adorei a capa do livro, simples, limpa e amarela!! Não aguento mais livros azuis!!
    Não gosto muito de ciência, mas gostei da sua resenha e a história parece muito bonita com toda essa ligação entre Callie e seu avô.
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece uma leitura simples de fácil compreensão e com aquele clichê de "minha filha vai ser o que eu quiser" melhorado.

    Só que apesar disso tudo, o livro não me chamou atenção. A história parece sim ter o seu charme, mas não me deixo curioso :/

    E parabéns! A resenha ficou ótima ♡

    Bjs!

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. achei a resenha interessante e envolvente, a relaçao com o avô e a simplicidade do enredo encantam. A capa é linda mesmo


    http://www.jacknuit.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kétrin, tudo bem?
    Eu adoro a capa desse livro, simplesmente adoro. E a história parece ser muito fofa, uma daquelas que nos deixando pensando na existência humana depois de ler o livro, haha. Espero poder lê-lo em breve.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Te indiquei para uma Tag lá no blog: http://www.mademoisellelovesbooks.com/2015/03/tag-se7e-coisas.html

    Espero que goste!

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oiee
    A capa já me encantou, seria um livro que eu teria só pela capa, mas o enredo é maravilhoso, nunca li uma história de avô e neta, muito interessante.
    Outro ponto que eu gosto é o fato de a história de ser de época, amo filmes assim e com livros não é diferente ;)

    Enfim, parabéns pela resenha

    Beijos
    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Que capa maravilhosa! Deve ser um livro lindo!
    E seu blog é uma fofura, Kétrin. :)
    http://acervocompartilhado.blogspot.com.br/2015/03/lancamentos-darkside-books.html

    ResponderExcluir
  14. Olá! Confesso que não conhecia o livro, mas me apaixonei pela história, parece ser realmente interessante! Sem contar com a capa, que é completamente linda! Amei amei amei, super quero <3

    Beijinhos,

    Bia - Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
  15. Oi Kétrin!
    Primeira vez te visitando, adorei o blog!
    Achei a resenha sensível e bonita, me deixou curiosa pelo livro, que parece bem delicado!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Kétrin!
    Eu também acho essa capa linda. O livro parece ter ótimos elementos. Parece aquele tipo de livro leve, mas cativante e com potencial para emocionar. Gostei principalmente da ligação da menina com o avô.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Amiga eu ainda estava com bastante receio de solicitar esse livro pra leitura, mas gostei bastante de tudo que você abordou sobre o livro. Me parece ser uma história bastante fascinante. E para vc ter uma ideia, minhas matérias preferidas na escola até no ensino médio era Biologia e Ciências. Acho que provavelmente irei gostar bastante, porque para quem iria fazer Medicina Veterinaria, acho que tá dentro dos termos hahahaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/caixinha-de-correio-parte-5-2015.html

    ResponderExcluir
  18. Sabia que nunca tinha me interessado muito por esse livro?? Deve ser porque ao contrário de você, eu não gosto muito de amarelo. Mas adoreeei a sua resenha, é tão legal livros que passam em outras épocas e o autor sabe desenvolver bem o que estava acontecendo naquela data, e o fato dela gostar de ciências dá mais temas e fervor ainda pra história *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Meu inverno em Zerolândia", vem conferir!

    ResponderExcluir
  19. Esta capa é linda! A Bel do blog também leu o livro e adorou deve ser fofo demais, adorei a resenha e já estou ansiosa para a leitura ^^

    Beijos, Joi Cardoso
    www.estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir