Filme: 3.096 Dias de Cativeiro

29 setembro 2014

Título Original: 3.096 Tage
Gênero: Drama, Policial
Duração: 1 hora 50 min
Ano: 2012
Direção: Sherry Hormann


Sinopse: O filme é baseado na história real de Natascha Kampusch, que foi raptada e mantida em cativeiro entre os anos de 1998 e 2006. Capturada em uma rua de Viena aos dez anos, o longa narra sua vida ainda em liberdade, passando pelo período de isolamento completo do mundo exterior, onde sofreu abusos físicos e psicológicos, até o momento de sua fuga e readaptação a vida em sociedade. 





A caminho para a escola, Natascha Kampusch foi raptada quando tinha apenas dez anos por um maníaco, que a manteve presa exatos 3096 dias em um cativeiro.

O cativeiro fica em baixo da casa do homem, e foi feito por ele com o propósito de pegar a menina. Ele a manteve trancada e o seu único contato humano era ele, deixando-a isolada do mundo, apenas com um rádio e alguns livros. Natasha sofreu abusos sexuais, espancamentos e falta de comida.

Assim como ela diz em uma parte do filme “apenas um de nós irá sobreviver”, e quem será que sobreviveu?
Sem dúvida o filme prendeu minha atenção do começo ao fim, ainda pelo fato de ser baseado em fatos reais, e tem o livro que foi escrito por ela própria “3096 Dias - Natascha Kampusch”. O filme é intenso e nos faz pensar em como ela conseguiu sobreviver a todas as necessidades que dela foi tirada, ela foi forte e guerreira, e nunca perdeu a esperança.

O espectador vive todos os minutos de filme em uma tensão torcendo pela Natasha, em um choque de emoções contraditórias.


Trailer:

2 comentários

  1. Kétrin mais uma dica que anotei aqui, curti muito a premissa, e me deixou já na pontinha da cadeira para saber como tudo de desenrola, vou ver com certeza!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. Ola, vim dizer que seu blog é um dos meus favoritos, realmente tenho orgulho de dizer que te sigo.
    Fiz uma tag no meu blog, e te indiquei para fazer o mesmo, espero que goste!
    Parabens pelo blog!!

    http://garotari5onha.blogspot.com.br/2014/10/pessoas-neste-post-vou-fazer-uma-tag-da.html

    ResponderExcluir