Citações: O Vendedor de Sonhos

02 julho 2014

O Vendedor de Sonhos - Augusto Cury




"Quem determina a maciez da cama é o nível de ansiedade da nossa mente. Só dorme bem quem aprende primeiramentea respousar dentro de si."

"O pior espero não é aquele que engana os outros, mas o que engana a si mesmo."

"Não é a dor que nos muda, mas a utilização inteligente dessa dor que fazemos ao longo da vida."

"Alguém pode rasgar-lhe a pele sem que você permita, mas jamais poderá invadir sua mente se você não permitir; não se permita ser invadido."

"Não precisava de aplausos, louvor acadêmico  ou congratulações... precisava apenas de um ombro onde chorar, apenas sentir o cheiro de gente ao meu lado que me dissesse: "Estou aqui, conte comigo"."

"Começar a entender que, quando somos frágeis, aí é que nos tornamos fortes."


"O risco do sucesso é a pessoa se tornar uma máquina de atividades, esquecer o sabor das diminutas coisas e abandonar aquilo que só os sonhos podem alcançar."

"Os meses correm, os anos voam."

"Os suicidas, mesmo os que planeiam a morte, não querem matar-se, mas matar a sua dor."

"Não sei se ele vai mudar o mundo, mas está a mudar o meu mundo..."

"Eu era normal e, como muitos normais, minha loucura era oculta, disfarçada."

"Uma vírgula para que eles continuem a escrever sua história."

"O objetivo fundamental dos sonhos não é o sucesso, mas nos livrar do fantasma do conformismo."

"Generosidade é uma palavra que habita os dicionários, mas raramente o coração psíquico."

"É possível fugir dos monstros de fora, mas não dos que temos dentro da mente."  

2 comentários

  1. "O risco do sucesso é a pessoa se tornar uma máquina de atividades, esquecer o sabor das diminutas coisas e abandonar aquilo que só os sonhos podem alcançar."

    Um dos melhores livros do Augusto *---*


    www.bookecoffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Lindos quotes, por este motivo fiquei interessada na leitura.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir