Resenha: Lola e o Garoto da Casa ao Lado, de Stephanie Perkins

24 junho 2014

Livro: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Autora: Stephanie Perkins 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 285


Sinopse:  A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.



Dolores Nolan, ou simplesmente, Lola. Tem 17 anos, contém um vestuário extremamente diferente das demais pessoas, super criativa. 

“Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias.”

Lola tem uma vida conturbada com seus dois pais homossexuais que não aprovam de jeito nenhum o seu namorado sexy astro do rock.

“...Afinal de contas, um casal gay não deveria se compadecer com a tentação oferecida por um namorado sexy e um tanquinho perigoso?”

Os gêmeos Bell já foram seus amigos, Calliope e Cricket Bell. Depois de um tempo, Lola ficou mais amiga de Cricket, assim deixando Calliope com ciúmes e se afastando. O sentimento de Lola por Cricket só aumentava, até que ele resolveu partir seu coração e se mudar. Mas adivinhem? Depois de anos, eles voltaram, e com isso, todo o passado de Lola também.

“Cricket Bell está parado á vista de tudo e todos, procurando alguma coisa. Alguém. Então, seu olhar cruza com o meu e seu rosto se ilumina como as estrelas. Ele sorri (um sorriso pleno que lhe chega aos olhos) e é doce, puro e cheio de esperança.”

Conturbada com a volta de seu antigo amor, Lola se vê dividida entre o passado e o presente, afinal, ela está namorando um lindo rockeiro, não?

“- Qual é? Ele é aquele deus do rock, sexy e tal, e eu sou o garoto da casa ao lado.”

Fazendo de tudo para evitar contato com Cricket Bell, Lola se vê aos trancos e barrancos, pois o quarto dele fica de frente para o seu, tento contato direito, e sem contar quando eles se encontram por acaso pelas ruas.
Mas por qual deles que o coração da Lola vai chamar mais alto?

“A Lua está cheia, mas falta metade dela. Uma linha divide como régua o lado sombrio do lado luminoso. Ela paira baixo sobre a agitada Castro, visivelmente mais cedo que na noite anterior. O outono está chegando. Até onde consigo lembrar, eu costumava conversar com a Lua. Pedia orientação. Existe algo profundamente espiritual em seu brilho pálido, sua superfície povoada de cratera, sua fase crescente e sua fase minguante. Ela usa um vestido novo a cada noite, ainda que seja sempre ela mesma.”

Lola e o garoto da casa ao lado é exatamente o tipo de livro que encanta o leitor, que tira suspiros e nos deixa até surpreendidos. Sem contar na participação especial de Anna e St. Clair, os protagonistas do livro Anna e o beijo francês.
Lola é uma garota encantadora, que por trás daquela peruca e das roupas extravagantes, ela esconde uma frágil garota como qualquer uma, que tem medos e insegurança.
O livro tem uma leitura doce e cativante, a autora caprichou criando uma obra fantástica, fazendo o autor se descontrair. 

“Era uma vez uma garota que conversava com a Lua. E ela era misteriosa, era perfeita, daquele modo como são as garotas que conversam com a Lua. Na casa ao lado, vivia um garoto. E o garoto observava a garota se tornar cada vez mais perfeita, cada vez mais bonita a cada ano que se passava. Ele a observava enquanto ela observava a Lua. E ele começou a se perguntar se a Lua poderia ajudá-lo a desvendar o mistério da linda garota. Foi aí então que o garoto olhou para o céu. Mas ele não conseguia se concentrar na Lua. Ficava distraído demais com as estrelas.”

8 comentários

  1. Sempre tive vontade de ler esse livro mas ainda não tive oportunidade, adorei suas miniaturas de Universidade Monstros é do Kinder Ovo né? Haha
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já vi esse livro, sempre tive curiosidades de saber como é mais nunca cheguei a comprar, agora com a resenha deu vontade de ler ♥

    http://vidaremota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro, está na minha lista desde o ano passado. A capa desse livro me lembra Anna e o Beijo Francês, que também não li, mas que está na minha lista de desejados. A história parece ser bem leve, bem delicada e encantadora. Gostei. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem? Adorei a resenha. Você escreve super bem.

    Sobre o livro: já me recomendaram para ler e já esta na minha lista faz muito tempo, mas ainda não tive a oportunidade de ler :/

    Se der, dá uma passadinha no meu blog.
    Beijos, Ana K | http://universoaoquadrado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Este livro esta na minha listinha a um tempo mas nunca tenho oportunidade de compra-lo aqui já esta tão difícil!

    Sua resenha só me deixa com mais vontade.

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Eu to querendo muito ler esse e também Anna e o Beijo Francês, os dois devem ser ótimos, muita gente fala bem deles ^^
    E depois da sua resenha só aumentou mais a minha vontade *oo*
    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  7. Todo mundo fala super bem desse livro. E eu já tava doidaaa pra ler! Agora estou mais ainda, haha

    http://foradoroteiroblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esta na lista para ser lido, ótimas resenhas sobre ele.
    http://quererdelivros.blogspot.com.br/
    Beijo

    ResponderExcluir