Resenha: O Projeto Rosie, de Graeme Simsion

03 maio 2014

Livro: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record
Páginas: 316

Sinopse: Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.
Exceto as mulheres. Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva. Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal. O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.




Don, um geneticista que da aula em uma universidade, tem 39 anos, um corpo bem cuidado, apenas dois melhores amigos e é solteiro, devido ao seu complexo pela mulher perfeita.

“...Tenho trinta e nove anos, sou alto, estou em forma e sou inteligente; tenho um status relativamente elevado e uma renda acima da média como professor associado. Segundo a lógica, eu deveria atrair uma ampla variedade de mulheres. No reino animal, eu seria bem-sucedido do ponto de vista reprodutivo. Porém, existe alguma coisa em mim que repele as mulheres. Nunca achei fácil fazer amizades e, pelo visto, as mesmas deficiências que causaram esse problema também afetaram minhas tentativas de relacionamento amorosos...”

Levando sua vida em uma rotina diária com atividades programadas, um cardápio que se repete semanalmente e pesquisas para o trabalho. Don começa a concluir que já está na hora de achar uma esposa, mas não pode ser qualquer pessoa, precisa ser alguém que se encaixe cem por cento nos seus quesitos, com isso ele decide criar o “Projeto Esposa” que nada mais é do que um questionário em que as candidatas preenchem e ele irá decidir quem tem maior compatibilidade. 

“Um questionário! Uma solução tão óbvia. Um instrumento cientificamente válido, com propósito definido, que incorpora as melhores práticas atuais para filtrar as mulheres que são perda de tempo, as desorganizadas, as que discriminam sabores de sorvete, as que reclamam de abuso sexual visual, as esotéricas, as leitoras de horóscopos, as obcecadas por moda, as fanáticas religiosas, as veganas, as que gostam de assistir esportes, as criacionistas, as fumantes, as cientificamente analfabetas e as homeopatas, deixando, do ponto de vista ideal, apenas a parceira perfeita ou, do ponto de vista realista, uma lista mais administrável de candidatas.”

Mas quando Rosie entra na sua vida, toda sua vida organizada, meticulosa e cheia de horário, começa a desmoronar, pois ela é totalmente o contrário do que Don procura. Mas eles têm algo em comum, Rosie quer procurar seu pai biológico e Don tem suas habilidades na ciência e na genética, então decide ajudar Rosie, e nisso eles começam o “Projeto Pai”. Com o projeto em andamento, eles precisam colher amostras dos possíveis candidatos, e com isso eles passam muito tempo juntos.

“- Acho que é porque quero entender se é o seu pai o motivo de você ser fodido.
- Não sou fodido.
- Certo, fodido não. Desculpe, não quis ser crítica, mas digamos que você não é exatamente o tipo padrão de indivíduo – explicou Rosie, candidata a Ph.D. em psicologia.”

Aos poucos, Don se envolve com Rosie de um jeito que nem ele percebe, e sem perceber, ela muda o jeito de Don sendo ela mesma.

“- Don, posso lhe perguntar uma coisa?
- Uma pergunta.
- Você me acha atraente?
- Na verdade não prestei atenção – respondi para a mulher mais linda do mundo.”

Mas o que será que vai acontecer com Don e Rosie? Será que o destino deles é ficar juntos mesmo com toda a diferença social e rotineira?
O livro foi um tanto surpreendente pra mim, com um personagem tão complexo e engraçado ao mesmo tempo. Apesar de ser uma história previsível, é uma leitura leve e envolvente, pois foi ótimo acompanhar as aventuras de Don em busca da mulher perfeita. Fiquei encantada com o livro, é uma leitura agradável, e as cenas se passavam pela minha cabeça como se fosse um filme, principalmente o final. Bem narrado e extremamente divertido!



3 comentários

  1. Oi Ketrin, quando vi este livro pela primeira vez, não sei por que mas achei meio semelhante com Teorema Khaterine mas não tem nada a vê né? ..mas pelo que tu transmitiu na resenha é bem fofa a historia e a leitura é rápida.
    Gosto de historias assim é um ótimo livro para colocar entre aquelas leituras um pouco mais complexas.

    Adorei a dica, e quando ver o livro em promoção no submarino novamente por 9,90 com certeza o pegarei ;)
    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!! E parabéns pelo seu blog, é lindo!
    Beijinhos,
    http://www.deboramolinaro.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o blog. Parabéns! muito interessante! :D
    http://isabellepimentel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir